quarta-feira, 19 de julho de 2017

Mudanças

Foi quando… linda e louca
Mulher que fitaste o meu olhar
Que minha boca surgiu em tua boca
E despertou meu desejo de te amar

Mas toda a minha vontade era pouca
Para apenas a ti querer adorar
Não me cansando eu de caminhar
Como nuvem das trevas solta

Corro agora pelas estreitas pontes que nos unem
Com uma insana esperança em mim,
Redescobrir como certos seres se fundem,

No amor, na amizade e na paixão
Para além da vida e do fim
Livres de medo em seu coração!




Sem comentários:

Enviar um comentário