quarta-feira, 7 de julho de 2010

Insatisfação

Existem pessoas insatisfeitas,
Com a vida com o amor
Com a poesia e com a dor.
Constantes variáveis imperfeitas.

Zangas, malas feitas
Lágrimas negras, odor
A folhas caídas, horror
De passagens estreitas.

Claustrofobia dos corpos,
Sentimentos já mortos.
Não mais querer amar

O outro que se aproxima
Como a saudade que se avizinha
De me poder apaixonar.

Sem comentários:

Enviar um comentário